Arquivo da tag: pensamento

Rastros do real

Amar os acontecimentos requer sabedoria e ancestralidade. Talvez seja preciso descamar avidamente a carne dos fatos para depois mastigar: deglutir amavelmente as fatias do real, uma a uma. Não há um começo, uma origem. Há um desabafo, uma ânsia\não se … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

AconteSER

Amar os acontecimentos requer sabedoria e ancestralidade. Talvez seja preciso descamar avidamente a carne dos fatos para depois mastigar:  deglutir amavelmente as fatias do real, uma a uma.  Não há um começo, uma origem. Há um desabafo, uma ânsia\não se … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Ser e gostar

O ser medita, o eu me dita. Ou será o contrário? Estou  ontologicamente confusa nesta questão. Só posso dizer que me alinho com Paul Valéry: “O mais profundo é a pele”. Sigo os passos patafísicos de Alfred Jarry. Às  vezes … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Argamassa

Aquarelas de néons, contrastes e luzes cadentes crescem nesta cidade de veias dilatadas. Há corações inseguros, artérias vazias, peles claras e escuras e homens sem cor. Há matizes distintos de vida.  Gente que ri e chora , que chora e … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Fluxo

Imagino ser guarda-chuva, teoria, truque, mulher. Mas a cada instante a imaginação se refaz. Isso tudo se evapora, vira névoa, vira história. Agora sou pedra, sal, parafuso, incógnita. O tempo e a substância vivem em ebulição. As vísceras são voláteis … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , | Deixe um comentário

pequena anatomia

Carne é palavra de polpa Ardência sem repouso Súbito relâmpago em alvoroço

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Um poema

O que explica um poema? O percurso da História? A biografia e os sentimentos de quem o escreveu? A sensibilidade de quem lê os versos? Cada poema é único e irredutível, traz em seu bojo uma singularidade. Não é apenas … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário